Casan realiza evento para debater projetos de pesquisa e inovação para melhorar o saneamento

Ciência e tecnologia a serviço do saneamento é o foco do ciclo de palestras que acontece neste início de semana na Casan

Resultados de 20 projetos que buscam o avanço do conhecimento e inovação para o ambiente da Lagoa da Conceição, e para o saneamento de forma geral, estão sendo apresentados na unidade da Companhia no Balneário Estreito, em Florianópolis. As pesquisas em várias áreas do conhecimento tratam de temas como monitoramento de parasitos de veiculação hídrica e microplásticos, governança pública, gestão da sustentabilidade e impactos das ligações cruzadas entre esgoto e drenagem, entre diversos outros.

“É um momento muito importante para demonstração de resultados desse trabalho conjunto. Um encontro que faz parte desse novo momento que a Casan está vivendo de se abrir para a inovação, a pesquisa e o desenvolvimento”, destacou o diretor-presidente da empresa, Edson Moritz.

“Com essa parceria conseguimos elevar os recursos direcionados às pesquisas e também obter resultados mais abrangentes e significativos para o estado de Santa Catarina”, complementa a gerente de Ciência  e Pesquisa da Fapesc, Larissa waskow.

Os estudos contam com recursos de mais de R$ 3 milhões financiados pela Casan, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e UFSC. Parte dos projetos foi contratada em uma colaboração com a Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina (FEESC).

“A pesquisa é um trabalho em rede e multidisciplinar, por esse motivo essa colaboração entre instituições é fundamental para o avanço do conhecimento”, enfatizou Luiz Ferreira, diretor-presidente da FEESC.

“É uma alegria para a universidade fazer parte desse esforço, conectando a pesquisa e a inovação com a sociedade, principalmente porque estamos tratando de um tema estratégico como o saneamento”, ressaltou o pró-reitor de pesquisa da UFSC, Jacques Mick.

O ciclo Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação: a ciência e tecnologia a serviço do saneamento está sendo realizado nesta segunda e terça (18 e 19 de março), no Centro Integrado de Operação e Monitoramento da Caasan, no Bairro Estreito.

Conheça alguns dos projetos

CONTAMINATES EMERGENTES
Essa complexa classe de substâncias inclui produtos farmacêuticos, pesticidas, plastificantes e hormônios, entre outros. O projeto Sensores Impressos Funcionalizados para o Monitoramento na Lagoa da Conceição é desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos da UFSC. Entre as metas está o desenvolvimento de ferramentas para a detecção de pesticidas in loco, por meio de carbon dots, nanopartículas com grande potencial em aplicações ambientais, biomédicas e analíticas.

OCUPACAO e BALNEABILIDADE
Propor um índice de qualidade ambiental para as nascentes e cursos d’água da Lagoa da Conceição. Além disso, analisar a regularidade da ocupação em relação à legislação ambiental e gerar um série histórica sobre balneabilidade nesse cartão portal de Florianópolis nos últimos 20 anos, com base em dados de sensoriamento remoto e cartografia.

Esse é o objetivo do projeto ‘Análise socioambiental da capacidade limite de ocupação da bacia da Lagoa da Conceição com ênfase na dinâmica antrópica’

FONTES DE DEGRADAÇÃO
Sementes de alface, uma pequena planta aquática, uma bactéria marinha e um microcrustáceo de água doce. Esses são organismos bioindicadores usados em um estudo que busca colaborar com o entendimento sobre possíveis fontes de poluição na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

Durante um ano foram avaliadas amostras coletadas em locais considerados estratégicos na região, além de pontos no Parque Estadual do Rio Vermelho, coberto por uma floresta de pinus e eucalyptus, além de Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs) da CASAN.

O trabalho é desenvolvido por uma equipe de pesquisadores do Laboratório de Toxicologia Ambiental (LABTOX), do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *