Ideias selecionadas pelo Programa Nascer recebem apoio de R$ 475 mil para se tornarem negócios

Fomento será dividido entre os 17 primeiros colocados de cada Polo do Programa, de acordo com a posição que ficaram no Super Pitch Day (Fotos: Caroline Costa/Fapesc)

Empreendedores de diversas regiões catarinenses estiveram reunidos em Florianópolis sábado, 6, por um motivo especial: participar do Super Pitch Day e receber apoio financeiro para o desenvolvimento do negócio. O evento teve a participação dos 17 projetos que ficaram em primeiro lugar durante as etapas regionais em cada Polo do Programa Nascer.

As ideias foram apresentadas para uma banca de profissionais e a Orcon, de Joinville, foi a primeira colocada. O projeto vencedor receberá até R$ 155 mil de fomento, e os demais participantes também receberão subvenção econômica do Governo do Estado, de acordo com a posição no Super Pitch Day.

No total, serão repassados R$ 475 mil. O evento foi promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SCTI) e pelo Sebrae/SC. O repasse dos recursos aos projetos apresentados no Super Pitch Day será realizado por meio de edital da Fapesc nº 12/2024 – Programa Nascer de Pré-incubação de Ideias Inovadoras – Edição Super Pitch Day.

Lucas Fachi, sócio da Orcon, projeto vencedor do Super Pitch Day, afirma que a subvenção recebida no Super Pitch Day será uma importante impulsionadora para o projeto. “Para nós, significa ter força suficiente para atingir o mercado que já nos planejamos. Essa premiação faz que acreditemos ainda mais no nosso projeto e que realmente vamos conseguir transformar a indústria metalmecânica e de usinagem. Prova que sempre vale a pena acreditar e buscar apoio qualificado para o desenvolvimento da ideia”.

A Orcon propõe uma plataforma intuitiva para conectar clientes com diferentes demandas de usinagem a uma rede de empresas especializadas, garantindo que suas necessidades sejam atendidas de maneira rápida, eficiente e econômica.

Dentre as soluções apresentadas no Super Pitch Day estiveram plataformas ou aplicativos nas áreas ambiental, de saúde, de beleza; para o mercado imobiliário; para conectar igrejas e fiéis, promover educação financeira para jovens; de moda circular; conteúdos para crianças autistas ou neurodivergentes; capacitação de professores e gestão de empresas.

Fomento para acelerar os projetos

O presidente da Fapesc, Fábio Wagner Pinto, considera que o Super Pitch Day marcou de uma maneira positiva o fechamento do Programa Nascer, que teve a sua quarta edição desenvolvida entre 2023 e 2024. “Analisamos 17 ideias em diferentes níveis de maturidade, mas que juntas, mostram uma diversidade tecnológica no estado e uma grande capacidade técnica de desenvolver ideias. Conseguimos contemplar todos os projetos com diferentes níveis de subvenção e cinco delas com um importante incentivo para que sejam desenvolvidas e que entrem com mais velocidade no mercado”, ressalta.

Segundo a diretora de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapesc, Valeska Tratsk, os recursos disponibilizados via edital da Fapesc têm o objetivo de acelerar essas startups. “Queremos que os empreendedores iniciem sua trajetória no Programa Nascer que tenham realmente a intenção de dar continuidade ao projeto, pois sabem que terão a possibilidade de ter um recurso para iniciar sua ideia e seu sonho. Dessa forma sabemos que será criado um CNPJ e um novo produto ou serviço que ajudará a solucionar um problema e trará retorno para o Estado, que será revertido em benefício do cidadão catarinense”, enfatiza.

O objetivo do Programa Nascer é transformar ideias de negócio em realidade. Para isso, ele é formatado de maneira que os participantes possam desenvolver ideias inovadoras com potencial para se transformarem em startups. A gestora do Programa Nascer no Sebrae/SC, Adriana Ribeiro, reforça a importância desse suporte aos empreendedores. “O Nascer traz possibilidades de capacitação e de mentorias, além dos empreendedores terem acesso a mais tecnologias e pesquisas na área da inovação. Isso dá ao empreendedor mais força para ele desenvolver sua ideia e transformar em possibilidades de negócio”, afirma. 

Valores de fomento, conforme a classificação do projeto no Super Pitch Day:

1º colocado até R$ 155 mil – Orcon, de Joinville

2º colocado até R$ 90 mil – Fiara, de Chapecó

3º colocado até R$ 65 mil – Warux, de Araranguá

4º colocado até R$ 55 mil – Gumpee, de Florianópolis

5º colocado até R$ 50 mil – Proposta Verde, de Rio do Sul

Até R$ 5 mil cada (listados em ordem alfabética) – Correx, de Xanxerê; Divina Tecnologia, Turma Extra Virtual; Educa+Invest, de Videira; Enjoy, de Joaçaba; Fit Players, Turma Virtual; Fodmap.SII, de Concórdia; Laboratório de Inventores, de São José; Movision, de Brusque; Mutação Sustentável, de Itajaí; Ninna, de Jaraguá do Sul; Sim4vent, de Blumenau e Skimmer, de São Miguel do Oeste.

Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc)

Milena Nandi / [email protected]

Telefone: (49) 98878-7828

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *